segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Boas notícias!

Eu já tinha comentado aqui do quanto é difícil conseguir um local para obter as 200hs de experiência com crianças? Se não disse antes, fique sabendo que é. Pode até ser mais fácil em cidades pequenas onde as pessoas ainda confiam umas nas outras, mas em cidades grandes, filha, se prepara. No geral, as escolas recusam pelos seguintes motivos:

- falta de informação: não conhecem o programa;
- vínculo empregatício;
- seu curso na faculdade não ter nada a ver com magistério;

Só aqui na minha rua e nas ruas próximas, existem três escolinhas bem legais. Um dia me equipei de argumentos, juntei um pouquinho de confiança, um folheto da agência falando sobre o programa e fui visitar as três possíveis futuras-referências. Todas me receberam bem, ouviram o que eu tinha pra dizer e todas nunca tinham ouvido falar do programa. Cada uma prometeu ligar para me dar uma posição, e obviamente ninguém ligou. Eu, Bela, achei uma puta falta de respeito e educação de tais instituições.

Então, um dia, estava eu lendo a comunidade de Au Pair no Orkut, e vejo uma menina contando que estagiou no colégio em que ela estudou...tipo, COMO EU NÃO PENSEI NISSO ANTES?! O.o Peguei as mesmas armas, coloquei em baixo do braço e fui rumo a escola em que estudei a vida inteira. Conclusão: Tô estagiando lá ever since.

Comecei na segunda passada dando auxílio a turma do Jardim III, então deixa eu ir almoçar senão não chego a tempo de colocar o suquinho das crianças na geladeira, haha.

Voltarei com narrações do cotidiano de uma estudante de Turismo dando uma de professora de criança ;*

Um comentário:

4ndrez4 disse...

tb fiz estágio na escolinha que estudei. hehehe