domingo, 11 de maio de 2008

As Famílias

Tenho que admitir que essa era a fase que eu mais temia do processo. Só de imaginar me subia aquele frio na espinha, ui! Imagine vc falar com um estranho por telefone em outro idioma O.O frightening. Pior, e se eu gostasse da família? O que eu poderia fazer para ser única, parecer melhor que as outras meninas aos olhos deles? E SE ELES NÃO GOSTAREM DE MIM?! Soma-se a isso o nervoso e tá feito, temos o pânico das ligações de possíveis candidatas a host families (???). Cada vez que eu pensava nessa etapa, três fio de cabelo branco brotavam. Triste!

(Não, a minha intenção não é assustar vc que está esperando o aceite, rs)

Fiquei sabendo que estava online minutos antes de ir pra faculdade, embora meu AuPair Room ainda me dissesse que meu application estava sendo revisado pela APC pela septuagésima quarta vez. Fui pra aula, afinal, eu ainda estudo, certo? A aula terminou, eu bem batendo aquele papo na frente da faculdade quando meu celular toca. Até aí normal. Olhei o número: 011. Até aí normal também. Devia ser a Vivo. Atendi, "Alô". Response: "Hello? May I speak to Isabela?". Aí não é normal. Corri igual uma louca pra dentro da faculdade, uma mãe segurando o celular, a outra tampando o ouvido, provavelmente uma cara de desespero e um "Hi, it's me" torto, tentando (em vão) paracer doce e calma. E assim começou a minha saga. Vamos à lista:

Família da Georgia 1:
1 menino de 4 anos e um bebê que está para nascer. A mãe é um amor, gostei muito dela, mas ainda não era a família. E aproveitando que não "bateu", já que eu posso escolher, prefiro crianças um pouco maiores e falantes.

Família da Georgia 2: (wth? qual o problema com esse estado, hein? As duas no mesmo dia!)
Essa não mandou e-mail nem ligou por uma semana, até que recebo uma ligação no meio do dia do marido dela. Na verdade, quando ele ligou eu fiquei meio que pensando se eu tinha deixado meu telefone no GAP e algum freak tinha resolvido me ligar, mas ao menos que eu estivesse realmente perdendo a memória, eu não tinha feito isso. O telefonema começou com perguntas do tipo "Vc é casada? Noiva? Tem namorado? Tem alguém que goste muito". Hello-ow?! Quem é VOCÊ? Nem se apresentou, não disse de onde era nem a que veio. Só adivinhei que ele era quem era porque eu já tinha lido a letter dessa família no site. Perguntou até a minha altura...HELP!

Mais tarde a hostmom me ligou e eu fiquei TÃO feliz que consegui sentir o sotaque do sul dela! Emocionei :') Depois ela me mandou um e-mail e tal, mas...não. 'Brigada.

Família de Maryland:
Assim, local ótimo, família parece ótima. Tinham gêmeos bem novinhos e um cotoco de 3anos. Não senti o feelING...Próxima!

Família da Virgínia 1:
Essa família é bem interessante. Uma criança só, a mãe violinista profissional, pertinho de D.C, porém 2 cachorros grandes dentro de casa(treinados...) e um gato. Eu mesma tenho duas cadelas, mas eu sei como as coisas funcionam aqui em casa, mas lá é terreno estranho. Seriam 2 cachorros que parecem da raça Pastor Alemão e um baby de menos de 1 ano. Pode ser que essa seja a família perfeita pra vc (eles pareciam bem legais), mas não era a minha.

Família da Califórnia 1:
Essa fez meu coração bater. Perfeita! Linda! Um cachorro de filme(óoon), uma casa charmosa, lugar ma-rá, e duas crianças com idades ótimas(e lindas ♥) pra mim: 1,5 e 3 anos. Manhê, eu quero! :D Quando tudo parecia ir bem, eles me dispensaram. Great ¬¬' Nessas horas eu adoraria uma explicaçãozinha, mas deixa quieto. Let's move on.

Família de New York 1:
Christian family procurando Christian Au Pair. Três meninos com cara de levado com idades em escadinha e a mãe é stay-at-home mom(ela é fotógrafa! :D 'dorei!) Quando eu expliquei que eu ia a "igreja" para ensinar as crianças e não para ir ao "culto", não deu. Mas a mãe é uma FO-FA e já achou uma au pair.

Família de Connecticut 1:
Família linda! Casal lindo, achei ela uma lady, haha. Duas crianças menores de 2 anos, pais professores e dois cães. O que pegou nessa foi o fato de que nem um mês após chegar lá eu teria que ficar sozinha na casa por uma semana. So-zi-nha. Não curti. Em menos de um mês nunca que eu teria um número suficientemente grande de amigos pra poder fazer uma festa na casa! (BRINCADEIRA, HAUHAUAHUAHUA) Mas sério, não me senti confortável. Vamos esperar então...

Família Califórnia 2:
Essa queria tomar logo uma decisão. Mãe falante e decidida. Tipo, pá-pum! Gêmeos de 7 meses e um menino de 5. Well, eu gostei deles, estavam buscando a 2º au pair, mas eu acho que a relação dela com a atual au pair não era muito boa pelo que ela falava...fiquei cabreira O.o E pode ter sido impressão minha, mas achei ela meio obsecada com limpeza/arrumação. Não sou bangunceira, mas pelo amoooor do meu saco imaginário, não me enche com arrumação que eu não gosto. Eu sei o que eu tenho que fazer, não preciso de alguém me lembrando 24hs no meu ouvido. Queriam fechar comigo. I had to decline, sorry.

Família de Wisconsin:
Gente, para tudo. O que eram as crianças dessa família? Liiiindas demais e com nomes super exóticos. Curti muito! Boas idades e tal, mas não bateu com os pais. Primeira au pair. Aliás, muitas famílias que me ligaram estavam em busca da primeira au pair...estranho. Quiseram fechar comigo também, ainda não era ali que eu ia armar minha barraquinha.

10º Família de North Carolina:
Essa mulher foi uma fofa! Pena não ter falado muito com ela. Passei logo adiante. Agradeci o interesse e zaz, disse que no momento meu interesse estava mais para morar na costa Oeste e ela me respondeu mega fofa me indicando a região do Oregon que era linda e que ela gostaria de morar lá, mas infelizmente ela não tinha nem família no estado. Amei! haha. Sugestão anotada :)

11º Família de New York 2:
Bom, bem profissionais também, primeira au pair, um ótimo ambiente famíliar, mas sei lá, rs.

12º Família Califórnia 3:
Amoooooooooooooooooores da minha vida! Amei! Amei! Amei! Tô falando com eles ainda. Mãe uma fo-fa, querem uma au pair só pra cuidar do filhos mesmo, no laundry needed. Vários benefícios e cara, mesmo sem benefícios eles são tudo de bom e as crianças...bom, as crianças são um caso a parte. Parecem crianças esculpidas, feitas na maquininha de crianças perfeitas(mas não tem manual e a fábrica não se responsabiliza pela personalidade). É uma família de filme, sério. Coisa de louco ♥ Quem fechar com eles vai se dar MUITO bem.

13º Família de Illinois:
Stay-at-home mom precisando de um extra set of hands. Três kids escadinha também, o pai muito educado, e tudo certinho e tal. Mas tinham algumas coisas going on com outra família, então passei para frente. Em seguida recebi um e-mail do pai dizendo que eles estavam tristes por não me terem como au pair deles <3 haha. Mesmo que não fosse total verdadeiro, achei fofo.

Depois dessa, tiveram mais 7 (Califórnia, Texas, Connecticut, Michigan, Indiana e Virginia) que eu nem cheguei a conversar pois já estava decidida. Enviei um email agradecendo o contato e desejando sorte. Nessa altura eu já estava em dúvida entre duas, sabia que seria uma delas, e por isso o post da dúvida que fiz aqui há uns dias. O pior disso tudo era ver as fotos das crianças. Se fosse por elas eu já estaria trabalhando em pelo menos 19 das 20 famílias que entraram em contato nesses 29 dias online.

• Resumo da ópera: Não é um bicho de sete cabeças receber ligações das famílias. Consegui entender super bem cada família que me ligou, com exceção daquelas em que a ligação estava ruim, claro. De resto, é tranquilo. Só não é tranquilo quando a família marca um horário para ligar. Pê-quê-pê total. É bom porque vc sabe que horas eles vão ligar, mas é ruim justamente por isso também, rs. Vc fica numa ansiedade tamanha que te consoooooome por dentro *.* hauhauhauhau. Eu pelo menos não consigo me concentrar em nada. Mas o sentimento de alívo depois, não tem preço. Não sei se com vcs é/foi assim.

Fique ligado: Se a família te adicionou, mas não entrou em contato, mexa-se! Já li em blogs e até no orkut meninas comentando que a família adicionou, mas não entrou em contato. Não fique esperando a família decidir se liga ou não para vc. Mande um e-mail se apresentando, foque na sua experiência com crianças e no final diga que está looking forward to hear from them. Falei com todas as famílias que me adicionaram, e quando o perfil me interessava de cara, eu nem pestanejava e já enviava logo um e-mail. Deu muito certo para mim. Caso a família te dispense ou vc não tenha gostado deles, seja educada sempre. Agradeça a atenção e o tempo que aquela família dedicou a vc, elogie-os. Todo mundo gosta de um compliment. Dessa maneira por mais que não tenha dado certo, eles ficarão com uma boa impressão de vc. Tudo que não precisamos é uma notinha negativa no app online, né? Isso pode arruinar o seu processo. Seu inglês não é lá muito bom? Aproveite os longos dias de espera pelo aceite para dar aquela estudada, porque pelo que eu vi, o inglês conta MUITO para eles. Eu tenho muito menos experiência do que a maioria das meninas, lembro até de ficar bem preocupada com isso quando estava preenchendo o application, e posso dizer hoje que isso não influenciou muito no meu processo. Aliás, não influenciou nada. Na minha opinião, um bom inglês impressiona e em segundo lugar vem a experiência em direção. Mas o que importa mesmo é vc ser sempre sincera. Não adianta falar que é pilota de fórmula 1 e chegar lá mal saber pegar no carro. Isso quebra a confiança da família em vc, pode até dar em rematch. Confiança é outro fator fundamental. Tudo menos passar insegurança no que fala. E fale o que vc pensa e não deixe de perguntar nada(claro que há maneiras e maneiras de saber as coisas, rs) e não feche com a família só porque ela é do local que vc sonhou a vida inteira morar. Não adianta eu ir para NY(exemplo cláaaassico) e ralar como uma corna, trancada em casa, sem poder curtir a cidade. Um bom relacionamento com os seus hosts conta muito no seu ano. Lembre-se que vc vai acordar todo dia e dar de cara com eles (Y) E nenhuma família é perfeita, nem a nossa. E lá será mais difícil ainda de lidar pois é uma cultura diferente. Então procure por uma família que tenha mais a ver com vc, com atividades e estilos de vida que vc acha que seria mais fácil de se adaptar. Faça uma lista de prioridades e trabalhe em cima delas. Conversando com a host de uma amiga, ela me disse coisas bem importantes e fundamentais para a minha escolha, como:

"host parents will be the ones you ultimately have to get along with. The kids in either family will love you"
"Your instincts tell you more than emails do"
"How about their lifestyles? Which one has a lifestyle that you will be more used to or comforable with? but remember...you will be in a different country. Everything is going to be different. So make sure things aren't so different you end uo homesick"


Só feche mesmo se sentir que é a certa e que vai ser feliz, pq vc não tá gastando dinheiro pra chegar lá fora e levar uma vida meleca, contando os dias para voltar para casa. E gente, tem famílias de todos os tipos, pra todos os gostos assim como esse mundão de meninas aí se inscrevendo no programa. Com certeza vc vai encontrar uma que vc se identifica e que ela também se identifique contigo :)

A propósito, ainda estou online, só que já estou decidida :) Breve trarei notícias concretas! :D

. x .


HAPPY MOTHER'S DAY!!!

14 comentários:

Gisele disse...

Woowwww!! Depois desse post poderei ser aceita na acadêmias de leituras atômicas....hahahahah....

Belão ai leva mal não, mas tu esculaxou heim!!! Num é mineira, mas comeu quietinho, não sabia a quantidade de famílias que foram em busca de " UM PEQUENO MILAGRE" , que é vc muleka!! Caralhaaaa...eh gatenha!! Após dias de indecisão, vc se decidiu...AHAHAHA..ngn sabe qm eh a família q ela escolheuuu... lálálálá...EU SEI... lálálálá.... HAHAHAHAHAHA..Anyway..COngrat pela escolha, com um pitada de ajuda da mha linda e fofa Host...hahahha...

Ohhh... se eu me mudar ficarei perto de vois micê ¬¬'...reza pra não acontecer....

Happy Mother's Day to you and my titia linda do meu ♥...bye bye Pequeno Milagre que nos contagia!! Te dolu hj e sempre!

juliana disse...

oi bela, tô acompanhando seu processo há um tempo e depois desse post me deu vontade de comentar...

boa sorte com a escolha, que ela seja a mais acertada e que seu ano seja super produtivo!!

boas energias aí ;)

Elidsa disse...

Oieeee falou falou e no fim não falou nada hauhauha boa
agora to na curiosida qm foi a escolhida???
suspeito de uma mas será essa?? nem sei hehe,mas conta ai vai!
bjos e boa sorte!

Ana Luiza disse...

Quem bom que tudo esta encaminhado para um final feliz. Fechar com uma familia não foi tão dificil para mim, porque tive poucas opções e também porque eu tive bastante sorte. Mas eu posso imaginar o que é ter que escolher uma familia entre quase 20 e torcer para que a familia tb te escolha. Minha familia estava conversando com outra menina e eu fiquei com medo de não ser a escolhida e resolvi partir para o ataque. Deu certo para mim, espero que dê certo para todas que tentarem. rsrsrs. Tomara que tenhamos otimas noticias suas já no proximo clube.

Beijos, da Ana.


E a data de embarque com sua familia favorita? 03 de agosto? rssrsrsrs

Michelle disse...

Nossa Bela eu adorei esse post, caramba que legal que choveu familia pr a vc, espero que pra mim tbm seja assim, to esperando o aceite agora e torço mto pra que apareça uma familia boa pra mim e pra todas as meninas que eu acompanho o processo
que bom que deu certo pra vc, aposto que escolheu bem
bjs

Marina disse...

Oii Bela!!!!
Que bom que vc se decidiu!!!
Espero que tenha se decidido pela melhor!!!rs
Depois dah uma passadinha no meu blog pra me ajudar a me decidir, pleease???rs
Beijos e boa semana!!!
E to curiosa pra saber com qual delas vc ficou!!!rs

Paula disse...

Caramba... q mulher procurada!!!!
Califórnia então????
Bjos

Jana disse...

Ahh, agora sim! Detalhes! Assim que eu gosto. hauahuaha. Fiquei muito feliz de ler td isso. Que bom que está dando tudo certo, hun. ^^

Btw, também quero saber que família vc escolheu. =/ Ai ai...

Lílian disse...

Menina valha kkkkkkkkk pensei q tu num fosse falar nunca sobre as ligações kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Se eu fosse votar votaria na familia de Maryland apesar de ser arriada por Chicago e California
..it's up to u!

Boa sorte, to torcendo p/ vc achar uma familia porreta e que seja perto de mim ;)


bjaaaaao

dri disse...

Incrível uma pessoa conseguir ser tão boa em qualquer coisa que se submeta a fazer. ;-) Fico tão orgulhosa de vc, viu! Até eu que tô fora desse negócio de au pair adorei as dicas. rs ^^

Ter contato com várias famílias foi ótimo!! Deu pra ter muita base pra vc fazer a escolha certa. ;-)

Tô seeempre aqui torcendo por ti, pela tua felicidade!! Tenho certeza que vai dar tudo certo!

Beijão!!
~ Dri

Hane disse...

Pois eh, como eu sempre suspeitei rs. ingles e carteira sao mto importantes, por isso vou aguardar mais um pouco pra 2009, assim faço tudo na calma. coisas na pressa costumam nao dar mto certo pra mim. prefiro esperar mais e treinar mais um pouco pra evitar problemas =] bjus e boa sorte hein! ;) responda lá o negócio...rs

eliana disse...

Oi Bela!
I guess, it is just a guess, that you will be around me =)

katherine disse...

nossa qta familia !
em só 29 dias? nossa, eu ja estou a 2 semanas pela Cultural Care, e ainda nada .. entendo, q tudo conta experiencia com as kids, e com carro , sei q nao tenho mt de ambas, mas quero ir em julho e tenho medo de ter q escolher uma familia na correria só porq tenho pouco tempo ..
=/
sorte pra vc !
beijo !

1989 disse...

Puxa, quantas ofertas, acho que isso se deve ao fato de vc ser formada enfim, queria saber desses conselhos que tua amiga te passou mas, o link não abriu! Pode em mandar e-mail: roseanevieira2015@yahoo.com.br